• Noviciado OSM 2017

    IMG_8688No final da tarde desta sexta-feira, 20 de Janeiro, no Seminário Menor Nossa Senhora das Dores, em Turvo-SC, aconteceu a solene celebração que caracterizou a ENTRADA DO

    leia mais
  • Celebração da Luz e entrega de brindes finalizam o Capítulo Provincial

    IMG_7932 IMG_7940Com a entrega de brindes alusivos à preparação do Primeiro Centenário da presença da Ordem no Brasil doados pela Cúria Provincial a todos os presentes e com a celebração da Luz com a Vela do Centenário da Província deu-se por finalizado o Capítulo Provincial de Revisão, gestão 2017. O Prior Provincial agradeceu

    leia mais
  • Renovação dos Votos Religiosos marca o último dia de Assembléia Capitular

    IMG_7851Foi durante a Missa matinal de encerramento do Capítulo Provincial que 4 jovens Professos (Freis Júlio, Anderson e Luiz, do Brasil e  Frei Manoelinho, de Moçambique) renovaram, por mais um ano, os votos de Pobreza, Castidade e Obediência, na Ordem dos Servos de Maria. Eles estão cursando a faculdade de Teologia em São Paulo e seguem firmes na caminhada vocacional rumo à Consagração Religiosa e sacerdotal. A Missa foi presidida por Dom João Messi, bispo Emérito de Volta Redonda0-RJ. Quem recebeu e acolheu a profissão dos Votos foi o Prior Provincial, Frei Charlie M. Leitão de Souza.

    leia mais
  • Festa de Santo Antônio M. Pucci é celebrada entre os capitulares

    IMG_7835Santo Antônio M. Pucci, um santo contemporâneo de nossa Ordem religiosa, foi recordado e celebrado durante a Missa matinal do quinto dia de Assembléia Capitular. A Santa Missa foi presidida pelo Bispo Emérito de Porto Velho, Dom Moacyr M. Grechi. Foi, certamente, um dia bem vivido e celebrado por todos. Santo Antônio M. Pucci, patrono dos párocos da Ordem…rogai por nós!

    leia mais

osm-historia-001

A Ordem dos frades Servos de Maria (OSM), também conhecidos como “Servitas”, foi fundada em Florença, Itália, no ano de 1233, por sete ricos comerciantes, pertencentes à classe média emergente.

Os Sete nutriam uma particular devoção a Nossa Senhora e ram membros de uma confraria chamada Associação-mor de Santa Maria. A pertença ao mesmo ramo de negócios e à mesma classe social, e a comum devoção à Virgem Maria levaram nossos Sete Primeiros Pais a se unirem com laços de profunda amizade.

Diante de uma situação social de guerras e intrigas entre facções conflitantes – por um lado, os guelfos, partidários do papado; e por outro lado, os gibelinos, partidários do império germânico – nosso Sete Primeiros Pais quiseram dar um testemunho de unidade e de paz, isto é, de que era possível viver como irmãos.

Por isso resolveram abandonar seus negócios e famílias e, dispostos a não guardar nada para si, venderam os seus bens, deixando o suficiente para sua famílias e distribuindo o resto aos pobres. Depois, reuniram-se em comunidade numa casa abandonada na períferia da cidade, que mais tarde se chamaria “Santa Maria de Cafaggio”, onde está hoje o célebre Santuário da Santíssima Anunciada.

Nessa casa, viviam como se fossem “um só coração e uma só alma”, levando uma vida austera, dedicada à oração, à contemplação, à penitência, à mendicância e às obras de caridade em favor dos pobres e doentes.

A Virgem Maria era a grande inspiradora do novo grupo religioso que nascia. Por isso, assumiram o nome de “Servos de Santa Maria”.

LEIA MAIS